sábado, 30 de outubro de 2010

Biotecnologia é coisa de Frankenstein?



Nos últimos anos, temos sido bombardeados com novidades biológicas que parecem destinadas a mudar o curso da história. Em julho de 2000, as notícias sobre o seqüenciamento das bases nitrogenadas do genoma humano e, em novembro de 2001, os relatos sobre o primeiro clone humano nos deixaram perplexos, curiosos e preocupados. Até uma telenovela abordando o tema clonagem foi produzida. O que existe de verdade em tudo isso? O que sabemos e o que não sabemos? Qual a interferência da mídia e quais os significados de cada descoberta? 

Se refletirmos um pouco sobre a idéia de clone, vamos perceber que obter uma cópia idêntica de um mesmo organismo ocorre naturalmente nos gêmeos idênticos e na partenogenia (desenvolvimento de um ser vivo de um óvulo não fecundado, como em algumas plantas e invertebrados, especialmente em artrópodes). O uso de clones se faz há muito tempo! Reprodução por estaquia (em que se estimula a reprodução da planta a partir de pedaços do próprio caule) não é exatamente isso?

Obter clones por meio de embriões também não é técnica tão nova. Se o embrião tiver cerca de 200 células, é possível separar o material e obter outros embriões idênticos geneticamente. 

Em 1996, uma nova técnica foi apresentada, aquela que deu origem à ovelha Dolly. O fato gerou um grande impacto na comunidade científica, pois ocorrera a transferência de um núcleo de uma célula adulta para um óvulo cujo núcleo fora previamente retirado. Com estímulos químicos, foram ocorrendo sucessivas divisões nesse óvulo até chegar a um embrião, implantado em outra ovelha, para gestação. 

Muitas expressões têm surgido na mídia, causando confusões e incertezas. Biotecnologia, biologia molecular, alimentos transgênicos, organismos geneticamente modificados. O que existe de verdade em tudo que a mídia fala? O que sabemos e o que não sabemos? Qual a interferência da mídia e quais os significados de cada descoberta? 

26 comentários:

  1. A mídia por saber que é tão influente nas opiniões da maioria da população brasileira, usa disso para suplantar em sua mente o que acha certo ou errado, justo ou injusto. Na minha opinião pouco do que a mídia fala é verdade, afinal na maioria das vezes ela se comporta de forma sensacionalista, pois para ela o importante é vender sua informação ao máximo.Fazendo um balanço das influencias que a mídia nos causa, em nossa cultura, religião, política e outros tabus envolvidos sabemos muito pouco, e muitas vezes temos medo de aprofundar nossos conhecimentos científicos, afinal eles de alguma forma ferem algum dos tabus. Devemos saber separar a parte verdadeira de cada notificação da mídia, para analisarmos os significados de cada descoberta, sua importancia para o progresso da vida e, formarmos nossa opinião. Eu, como pesquisadora defendo que as descobertas científicas são fundamentais para a qualidade de vida continuar melhorando e, para solucionarmos questoes ate agora inatingíveis, aproveitando o que elas oferecerem de melhor para a sociedade como um todo.

    ResponderExcluir
  2. Acredito que cada descoberta científica tem o seu grau de importância e contribui para a sociedade, pois é através desta que se pode mudar situações que são ditas “insolucionáveis”, aumentando assim a qualidade de vida,seja em termos de saúde,meio ambiente, alimentação, desenvolvimento econômico e outros setores, porém uma pesquisa deve ser feita de forma coerente e respeitando a ética e os direitos de cada cidadão. Analisar e forma uma opinião mediante uma situação que envolva uma pesquisa torna-se algo delicado quando a pesquisa envolve questões polêmicas e mediante isto, a mídia passa a possuir uma grande influência e consegue através de seus programas e noticiários modificar e formar opiniões, por esse fato, deve-se ter cuidado e analisar minuciosamente a questão abordada e procurar pesquisar um pouco mais sobre o assunto. Desta forma, pode-se formar uma opinião mais concreta e verdadeira, sem a influência às vezes sensacionalista que a mídia nos transmite.

    Aline L. de Oliveira
    Biotecnologia- UFAM

    ResponderExcluir
  3. É, realmente, a clonagem ocorre naturalmente em vegetais,bactérias, etc. O problema ocorre na clonagem manipulada pelo homem, como no caso da ovelha Dolly. O que podemos fazer como futuros cientistas é provar para a mídia que há vantagens para a população, como na clonagem terapêutica, dessa forma contruiremos uma parceria entre o caráter publicitário e a Biotecnologia com a finalidade de enriquecer muito mais as pesquisas realizadas que poderão causar benefícios mundiais

    vanessa
    BIOTECNOLOGIA- UFAM

    ResponderExcluir
  4. Lourayne Chazan
    Biotecnologia- UFAM

    ResponderExcluir
  5. Assunto delicado. A mídia, como sempre, trata tudo de forma sensacionalista, passando para nós, muitas vezes, uma visão distorcida da realidade. O fato de clonar um ser vivo, produz muito mais do que um ser geneticamente idêntico. Produz aversão a essa ideia, caos e principalmente medo, o que é natural. Abre-se um leque gigante de possibilidades. Clonar um ser idêntico e totalmente compatível para doar um órgão para salvar outro que está com tal órgão ineficiente. Clonar um filho que está doente para que caso ele venha a falecer, ainda o terá. Clonar genes de microrganismo que causam determinadas doenças em seres humanos ainda sem cura para transformar em uma praga. Essas possibilidades são infinitas e não sabemos aonde poderá chegar, até imaginar isto é difícil. Que a clonagem terapêutica traz muitos benefícios é um fato. Mas e aquelas que não são destinadas a curas? E nem com aplicações benéficas? É nisso que a mídia geralmente se apoia, causando medo e repugnância na população. Mas aonde isso tudo realmente vai parar? Pergunta sem resposta e que ainda vai dar muito o que falar...

    ResponderExcluir
  6. Todos os termos mencionados possuem um quê de verdade, o problema é como estes termos são expostos para a sociedade.
    Como o próprio texto citou,quando apenas confirmou-se que a clonagem em ANIMAIS foi possível, no caso a ovelha Dolly, a mídia informou como se fosse clonagem de humanos o que acabou causando uma revolta no meio ético e religioso,mas o que tinha ocorrido apenas era uma clonagem de uma ovelha. Tudo bem que todo mundo pode pensar: "Foi de uma ovelha agora,mas para clonar um humano falta pouco!", mas para que adiantar as coisas? O certo seria analisar os prós e contras dessa nova descoberta. As células-tronco são um exemplo disso, o que parecia de alguma forma uma espécie de "reprodução ilegal" ou um atentado à religião, atualmente tem demonstrado que seu propósito é melhorar a qualidade de vida dos humanos e que para entender esse meio é preciso estar com a mente aberta, sem pré-conceitos, ou seja, estar disposto a ouvir e conhecer dois lados e a partir disso decidir o que melhor representa a opinião de cada ser humano.Afinal,alguém já disse: "O conhecimento é libertador,mas a ignorância escraviza."

    Alessandra Cavalcante
    Biotecnologia- UFAM

    ResponderExcluir
  7. Concerteza as especulações da mídia atrapalham enormemente o progresso científico,na verdade oque existe por trás dela são interesses específicos que lhe vão favorecer,de diferentes formas , tais como:dinheiro ou informações privilegiadas.No caso do FRANKSTEIN ,por exemplo(se fosse verdade),teria sido um grande avanço ,"criar um ser vivo",porém a mídia provavelmente procuraria o pior angulo de vista para tratar de tal assunto.Ela concerteza muda a forma que os cientistas dão as suas criações e descobertas,ditando à população a forma que deve ser entendida para cada conhecimento científico. PAULO ABRAÃO-BIOTECNOLOGIA-UFAM

    ResponderExcluir
  8. A ciência tem dado grandes passos, a exemplo disso temos a clonagem, que nos últimos anos se desenvolveu intensivamente e se mostrou como um dos principais impulsos da área científica. A mídia tem mostrado receber os fatos da clonagem com grande impacto, e refletem esse impacto à sociedade, se a própria comunidade científica recebe avanços com entusiasmo, a sociedade recebe os avanços com espanto, mas deve se notar que os grandes avanços da clonagem, refletem a possibilidade de grandes avanços na medicina, ciência, e até indústria, na humanidade como um todo.

    Aldenor Pereira Biotecnologia-Ufam

    ResponderExcluir
  9. Como sabemos a mídia costuma exagerar em suas informações ,o que costuma confundir a população e com isso formar opiniões precipitadas.É necessário que a sociedade procure analisar as notícias e pesquisar mais para ter informações verdadeiras e opiniões válidas.As descobertas científicas significam ,na maioria das vezes, um avanço positivo para a sociedade .Então a mídia deveria perceber que passar informações que não condizem com a verdade ,não ajudará a população e sim a prejudicará.

    Fernanda Celine Batalha Coutinho
    Biotecnologia-UFAM

    ResponderExcluir
  10. Eu creio que, alguns ramos da midia, faz uso de sua influencia para passar informações exageradas para as pessoas. Embora falem verdades, exageram um pouco, acrescentando a essa verdade mentiras que fazem com que as pessoas duvidem que isso possa mesmo acontecer, ou fazem com que as pessoas achem isso uma coisa de outro mundo.
    Informações? Sim, temos todas, o problema esta em como as transmitem.

    ResponderExcluir
  11. a mídia sabe da influencia que exerce em cima da grande massa populacional, então usa desse meio para direcionar a população para aquilo que levará a ela um maior lucro porque infelizmente nosso mundo está voltado para aquilo que acarretará maior ganho não importanto auilo que de fato é verdade ou qual benefício isso dará aos envolvidos. Findando por necessário a pequena parte da população realmente interessada, procurar se informar por meios própios.

    Natália Santos Ferreira
    Biotecnologia
    UFAM

    ResponderExcluir
  12. Hallana Cristina - Biotecnologia/UFAM

    ResponderExcluir
  13. Mesmo não admitindo, sabemos que a mídia tem uma forte influência sobre nós. Para ganhar audiência, a mídia pode ser capaz de tudo (aumentar os fatos ou coisa do tipo). Neste caso, as pesquisas tornam-se primordiais para detectar as informações incorretas e tornar público os erros cometidos pela mídia.

    Cláudia Nayara.
    Biotecnologia-Ufam

    ResponderExcluir
  14. A mídia tem sim uma enorme influência sobre a vida de praticamente toda a sociedade. No entanto, é primordial que se tenha cuidado com as informações que ela nos transmite. Por diversas vezes sao verdadeiras, em outras falsa e na maioria sensacionalista. A mídia, em alguns casos, faz coisas simples parecerem de outro mundo. É fato que novos adventos científicos oriundos da biotecnologia podem trazer diversos benefícios e também malefícios, no entanto, ao meu ver o correto seria analisar igualmente os dois lados e não ficar espalhando informações que muitas vezes nem sao verdadeiras.

    Gisele Bertoldo
    BIOTECNOLOGIA - UFAM

    ResponderExcluir
  15. Esse é um assunto bem delicado...mas é notório que a mídia inlfui bastante nas informações sobre pesquisas e descobertas que são repassadas a sociedade.Ela mostra muitas vezes da sua meneira os fatos ocorridos(seja por qualquer tipo de interesse).Isso acaba prejudicando as pesquisas científicas (como as pesquisas com alimentos trangênicos,com células-tronco, clonagem, dentre vários) colocando um certo receio na sociedade em relação a aceitação desses projetos.
    O que poderia contribuir para tirar esssa dúvida sobre a veracidade ou não do que a mídia repassa para a população seria o interesse da mesma de por meios próprios conhecer as pesquisas que lhe causem dúvidas, observando seus malefícios e benefícios.

    Geise Bertoldo
    UFAM-BIOTECNOLOGIA

    ResponderExcluir
  16. Não vou dizer que a mídia é imparcial e só tem compromisso com a verdade (como a maioria dos jornalistas dizem)pelo seguinte motivo: As pessoas que possuem grande influência (dinheiro) controlam boa parte do que é transmitido, para que não sejam comprometidas.
    Como a população de modo geral se guia pela mídia, ao invés de pesquisar mais a fundo, há muitas coisas que as pessoas não tem a mínima noção do que está acontecendo e vão permanecer assim até que algo realmente ruim aconteça e a notícia vaze.

    Jennifer Salgado - Biotecnologia - UFAM

    ResponderExcluir
  17. e´ obvio que a midia trata os assuntos em relação a ciencia de forma muito sensacional, divulgando apenas o que lhe convem e trara mais finanças. A populaçao mais pobre como e´ mais acomodada apenas serve-se dessa informaçoes manipuladas, nao tendo o total e correto conhecimento.

    Felipe Pinheiro Tinoco - Biotecnologia- UFAM

    ResponderExcluir
  18. a midia usa o sensacionalismo para atrair a atenção do publico em geral para as noticias.
    marcos aurelio pantoja junior biotec.ufam

    ResponderExcluir
  19. - Bom a verdade está com quem tem o conhecimento.. e como a função da mídia não é a mesma das escolas, livros, pesquisas e estudos, ela publica o que acha que atrai a curiosidade humana e ai isso pode se tornar um conceito público.. mais a verdade absoluta só tem quem busca saber realmente no que se fundamenta aquilo que está sendo publicado ou comentado pela maioria.
    Se pararmos pra pensar, iremos perceber que sempre em toda nossa história o homem foi quem teve que se adaptar ao mundo, e evoluir. Evoluimos então, o suficiente para que revertessemos o roteiro "normal" da história. Mudamos bruscamente o mundo achando que ele se adaptaria a nossos costumes e vontades, e ele se adaptou. Pelo menos é o que se pensava até começarmos a notar sua resposta perante nossas atitudes. Evoluimos tanto e achamos tanto que hoje precisamos de profissionais competentes para que tentem modificar o mundo com a biodiversidade já existente para que possamos conseguir conviver com o mundo de criamos naturalmente. Um exemplo, o homem desmatou tanto para urbanizar a terra e hoje artificialmente produzimos em menor tempo e com muita urgencia, vegetais mais resistentes e que nos tragam os mesmos benefícios que nós já tinhamos com uma planta natural. A humanidade cresceu exponencialmente e os alimentos que nós tínhamos não deu mais para alimentar todos nós. E hoje com o avanço da tecnologia já podemos produzir, melhorar geneticamente, produzir em larga escala e sem malefícios a saúde alimentos transgênicos.

    Andressa Souza - Biotecnologia - 2 Periodo

    ResponderExcluir
  20. A mídia ,em geral,tv ,tádio ,internet,entre outros,usa e abusa do fato de que ela é de importante base para a formação da opinião da maioria das pessoas e sempre usa o sensacionalismo para atrair o seu público,e assim notícias que ás vezes não têm nenhuma importância se tornam nas maõs dela a descorberta do seculo.
    A diferenca está em nós mesmos ,atravês de pesquisas,formarmos a nossa pròpria opinião.E sempre estarmos antenados em tudo que está ao nosso redor,por que apesar de todo o exagero da mídia o mundo está evoluindo cada vez mais,então temos que está de olhos abertos pois essas mudanças irão afetar todos nós de um forma ou de outra,portanto essas novas descobertas significam mudanças para melhor ou para pior.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. A midia se faz presente em vários meios de comunicações, consequentemente, ela está presente nas opiniões da população.
    As informações chegam muito rápido, além de incompleta.
    Deve se manter a sociedade informada com todos os fatos integros.

    Janilson Moraes Serudo
    UFAM- Biotecnologia

    ResponderExcluir
  23. A midia assim como pode contribuir para a a passagem de uma serie de informações importantes pode também exagerar na forma como são transmitidas essas informações causando uma serie de entendimentos errôneos, saber a verdade sobre tudo isso é um a fato difícil de acontecer
    ,no entanto somos extremamentes dependentes dela, principalmente, para divulgação de trabalhos .
    Cada descoberta propicia uma serie de benefícios por isso são importantes,mas também podem gerar malefícios,e a midia faz com essas descobertas sejam exibidas à sociedade atribuindo a elas importancia ou não.

    ResponderExcluir
  24. A mídia hoje tem o poder de mobilizar uma sociedade, por isso é necessário ter cautela ao analisar informações ditas por esta, pois a mídia se importa apenas com o seu lucro e é claro que ela sensacionaliza muito estes assuntos que envolvem a etica, religião e cultura e isto acaba por prejudicar a divulgação de um avanço tecnologico. Contudo , isso faz com que nem todas as descobertas sejam divulgadas para que nao haja maior "criticas" antes mesmo de qualquer resultados.

    Luna Lacerda

    ResponderExcluir
  25. É muito complicado falar sobre isso... Todos nós sabemos que a mídia é responsável por mobilizar e, muitas vezes, formar opiniões de uma grande parte da população. Parte essa que na esmagadora maioria das vezes só tem a televisão ou o rádio como fonte de notícias... A mídia, como toda peça do capitalismo, quer dinheiro, quer lucro... Onde há lucro? Na audiência... Principalmente quando essa audiência é o início de uma polêmica... A biotecnologia/engenharia genética também tem seus erros, talvez em menor proporção que os acertos, mas quando se trata de lançar uma polêmica nova no intervalo da novela os erros falam mais alto que os acertos e a clonagem, por exemplo, sai como vilã disso tudo! É lógico que é extremamente importante caminhar junto com a ética: ninguém vai sair clonando gente por aí! Mas, seria ótimo uma reinvenção da mídia, a ponto de criar uma capacitação nas pessoas para um melhor entendimento acerca dos assuntos referentes a isso...

    Igor Lobo
    Biotecnologia UFAM

    ResponderExcluir